Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Camaquã - RS e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Camaquã - RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Twitter
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
15
15 FEV 2023
SAÚDE
Camaquã começa a aplicar vacina bivalente contra Covid-19 nesta quarta
enviar para um amigo
receba notícias

As primeiras doses serão destinadas exclusivamente às Instituições de Longa e Serviço de Acolhimento Institucional para Pessoas com Deficiência SAI-PCD (Casa Lar).

A Secretaria Municipal de Saúde de Camaquã inicia o processo de imunização contra Covid-19 com a vacina bivalente hoje, quarta-feira (15). A primeira remessa de 66 doses do imunizante da Pfizer foi recebida nesta terça-feira (14).  Mais doses devem ser recebidas nesta sexta-feira. As primeiras doses serão destinadas exclusivamente ao público residente e trabalhadores de Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPI) e Serviço de Acolhimento Institucional para Pessoas com Deficiência SAI-PCD (Casa Lar).

O atendimento dos públicos definidos como prioritários pelo Ministério da Saúde (MS) será realizado de forma sequencial, mediante recebimento de doses da vacina. Após a imunização de todos do público prioritário, o calendário com o cronograma de vacinação dos demais públicos será divulgado. A estimativa é de que a vacina esteja disponível para idosos, acamados e deficientes físicos a partir do dia 27 de fevereiro nos Postos de Saúde Três Bairros, Carvalho Bastos, Telmo Marder e Viégas.

Público prioritário - Resolução da Comissão Intergestores Bipartite do RS (CIB/RS) definiu que o primeiro público a ser atendido serão residentes e trabalhadores de ILPI. Na sequência, de acordo com disponibilidade de vacinas, serão imunizados com a vacina bivalente pessoas com 70 anos ou mais, imunocomprometidas, comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas.
Na fase 2, estão as pessoas de 60 a 69 anos; na fase 3, as gestantes e puérperas; na fase 4, os trabalhadores da saúde e, na fase 5, as pessoas com deficiência permanente. Ainda não há cronograma anunciado para outros públicos. 

Pré-requisitos - Para receber a dose bivalente, a pessoa deve ter concluído o esquema primário com a vacina monovalente. No caso da vacina Janssen, também será necessário ter um reforço (dose única + uma dose de reforço). No caso das vacinas Pfizer, Astrazeneca ou Coronavac, duas doses e reforços, se houver administração. O intervalo mínimo entre a segunda dose da vacina monovalente (esquema primário ou reforços) e a bivalente deve ser de quatro meses.

Pessoas que não fazem parte do grupo prioritário para as doses de reforço de vacinas bivalentes e que não iniciaram a vacinação ou que estão com o esquema de duas doses monovalente incompleto, deverão completar o esquema vacinal já preconizado com as vacinas Covid-19 monovalentes. De acordo com o MS, a dose de reforço para pessoas que não estão no grupo prioritário será realizada com a vacina monovalente disponível no momento, conforme a recomendação vigente do Programa Nacional de Imunizações.
 
 
Autor: Isabelli Rodrigues - Ascom Prefeitura de Camaquã
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia